Agronomia

 

Docentes Matriz Curricular Horário de Aula Plano de Aula
Quadro-Resumo e Autorização Periódicos de Agronomia Convênios e Estágios Projeto Pedagógico de Curso

 

Perfil do Egresso

O Curso de Engenharia Agronômica da Faculdade de Matupá – FAMA projeta no perfil de seus egressos:

  1. sólida formação científica e profissional geral que possibilite absorver e desenvolver tecnologia;
  2. capacidade crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade;
  • compreensão e tradução das necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com relação aos problemas tecnológicos, socioeconômicos, gerenciais e organizativos, bem como utilização racional dos recursos disponíveis, além da conservação do equilíbrio do ambiente; e
  1. capacidade de adaptação, de modo flexível, crítico e criativo, às novas situações.

 

O Curso de Engenharia Agronômica deverá conferir uma formação profissional cujos conhecimentos, habilidades, atitudes e valores sejam apropriados e aplicados de maneira segura e responsável, observando os pressupostos da sustentabilidade social, econômica e ambiental que vem norteando as diretrizes de desenvolvimento social.

A formação do engenheiro tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades gerais:

  1. aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;
  2. projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;
  • conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;
  1. planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia;
  2. identificar, formular e resolver problemas de engenharia;
  3. desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;
  • supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;
  • avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;
  1. comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;
  2. atuar em equipes multidisciplinares;
  3. compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais;
  • avaliar o impacto das atividades da engenharia no contexto social e ambiental;
  • avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;
  • assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.

 

Para além das competências gerais dos profissionais de engenharia, o Curso de Engenharia Agronômica da Faculdade de Matupá – FAMA possibilitará uma formação profissional que revela as seguintes competências e habilidades:

  1. projetar, coordenar, analisar, fiscalizar, assessorar, supervisionar e especificar técnica e economicamente projetos agroindustriais e do agronegócio, aplicando padrões, medidas e controle de qualidade;
  2. realizar vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos, laudos e pareceres técnicos, com condutas, atitudes e responsabilidade técnica e social, respeitando a fauna e a flora e promovendo a conservação e/ou recuperação da qualidade do solo, do ar e da água, com uso de tecnologias integradas e sustentáveis do ambiente;
  3. atuar na organização e gerenciamento empresarial e comunitário interagindo e influenciando nos processos decisórios de agentes e instituições, na gestão de políticas setoriais;
  4. produzir, conservar e comercializar alimentos, fibras e outros produtos agropecuários;
  5. participar e atuar em todos os segmentos das cadeias produtivas do agronegócio;
  6. exercer atividades de docência, pesquisa e extensão no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão; e
  7. enfrentar os desafios das rápidas transformações da sociedade, do mundo, do trabalho, adaptando-se às situações novas e emergentes.

 

O Egresso do curso de Engenharia Agronômica formado pela Faculdade de Matupá – FAMA terá um perfil generalista com competência e capacidade técnica, científica e cultural para atuar no manejo sustentável dos recursos naturais renováveis, voltado à produção agropecuária, e bem como à sua transformação e comercialização, assistência técnica e gerenciamento dos setores ligados à cadeia produtiva agroindustrial.

Deverá ainda ser capaz de atuar na produção e controle da sanidade e da qualidade de alimentos e outros produtos; no desenvolvimento de novas variedades e tecnologias produtivas; na organização do espaço rural e promoção da gestão ambiental; na coordenação e supervisão de equipes de trabalho; na realização de consultorias, estudos de viabilidade técnica, econômica, social e ambiental; na execução e fiscalização de obras e serviços técnicos; efetuar vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres técnicos. Na execução de suas atividades o egresso deverá considerar os aspectos referentes à ética, à segurança, à legislação e aos impactos ambientais.

De modo geral a formação profissional do curso deverá capacitar os egressos para desenvolverem suas atividades profissionais tanto no setor privado quanto no setor público, em empresas agrícolas privadas, órgãos públicos da administração direta e indireta (empresas, autarquias, institutos), empresas individuais e em propriedades rurais. Nesses locais poderá atuar gerenciando, projetando, coordenando, supervisionando, implantando projetos de produção e de comercialização agropecuária e gestão do agronegócio, realizando consultorias, laudos, perícias, certificações e fiscalização. Poderá ainda gerenciar o próprio negócio ou na defesa sanitária, na perícia e na fiscalização de postos, de aeroportos e de fronteiras, bem como na extensão rural (como agente de desenvolvimento rural) e ainda como docente e ou pesquisador.

Assim, o perfil do Engenheiro Agrônomo deve estar baseado no conjunto das habilidades e competências necessárias para o exercício profissional, antevendo e acompanhando os permanentes desafios decorrentes de mudanças tecnológicas e das relações humanas, incorporando princípios morais e éticos que valorizem a melhoria da qualidade de vida da sociedade.

Em suma, o perfil do egresso do Curso de Engenharia Agronômica da Faculdade de Matupá – FAMA foi projetado a partir da concepção e dos objetivos da IES para o curso, respeitando-se seus DCNs, tendo em vista as peculiaridades do município e da Região do Norte do Mato Grosso, o mercado de trabalho, as mudanças socioeconômicas e tecnológicas e a legislação que disciplina a formação de profissionais para a área de Engenharia Agronômica.

 

Coordenadora de Agronomia

Prof. Dra. Lilian Christian Domingues de Souza

agronomiafama@faculdadeuniflor.edu.br